Novos pneus: actualidade pneu dos fabricantes - Yokohama W.drive V905 : o teste por Rezulteo

Yokohama W.drive V905 : o teste por Rezulteo

Novos pneus Publicado no 20/03/14 por João

Yokohama acaba de lançar um novo produto no mercado : o pneu inverno W.drive V905. Yokohama deu-nos a oportunidade de o testar na sua pista de desenvolvimento no norte da Suécia, não muito longe do círculo polar.

Yokohama Teste inverno Audi Rezulteo testou o novo Yokohama W.drive V905 em condições polares ! - Copyright © : rezulteo

W.drive V905 : um pneu de inverno com um forte concentrado tecnológico


W.drive V905 representa o novo cavalo de batalha da gama de inverno da marca Yokohama. Destinado aos veículos de tipo sedãs médios, sedãs e SUV, está disponível em dimensões que variam de 15 a 18 polegadas.

Quanto ao desenvolvimento do pneu a Yokohama insistiu particularmente nas performances seguintes : 

- Manobrabilidade na neve
- Distância de travagem na neve e em piso molhado
- Rendimento energético


Factores chaves logicamente incluídos numa melhoria global das prestações em relação ao pneu que o V905 substitui (W.drive V902B).

Naturalmente, todos os aspectos do pneu são trabalhados. Um cuidado especial foi dado à mistura de borracha cuja influência é sensível em todas as condições. Os engenheiros da Yokohama chegaram a uma mistura que inclui óleo de laranja com resultados que chegam a manter os imperativos da flexibilidade necessária para um pneu de inverno, sem sacrificar a resistência ao rolamento.

A banda de rodagem direccional é composta por lamelas 2D e 3D e de muitas outras soluções técnicas que permitem oferecer rigidez na estrada. As ranhuras em "zig-zag" e as ranhuras com ângulos variáveis melhoram as performances na neve e facilitam a drenagem.

Ranhuras Yokohama W.drive V905Copyright © : Yokohama

 

O teste

Ao volante do Audi

Yokohama Teste inverno 2014 AudiCopyright © : rezulteo

Ao nível das performances gerais, a Yokohama anuncia excelentes prestações do seu mais recente pneu, nomeadamente em piso com neve. É com naturalidade que a marca japonesa nos propôs testar o pneu num piso coberto de neve fresca

Dois tipos de veículos (tracção dianteira e propulsão) são apresentados num conceito de condução livre com a possibilidade de comparação com o antecessor do W.drive V905.

O teste do pneu é realizado num Audi A4 Break TDi (rodas dianteiras motrizes). A pista disponibilizada permite evoluir em troços mais ou menos rápidos e sinuosos outros mais técnicos. Se o feeling do pneu é excelente, este revela todo o seu potencial quando é comparado com o seu antecessor (W.Drive V902B). Os progressos são notórios, sobretudo ao nível da aderência lateral. O V905 tem uma estabilidade imperial na pista com neve e permite circular a um ritmo elevado com um nível de segurança total. Na comparação com um pneu da geração anterior este último parece caricatural com uma subviragem (derrapagem do trem dianteiro) e uma sobreviragem (derrapagem do trem traseiro) muito mais acentuados. 

Nas curvas rápidas, o V905 oferece ao sedã a capacidade de enfrentar a neve em pó sem limitações. O veículo não dá cartas mas a segurança activa do veículo é total.

Ao volante do BMW

Yokohama Teste inverno BMWCopyright © : rezulteo

É hora de experimentar o pneu num veículo com rodas traseiras motrizes. Mais uma vez a comparação dá logicamente a vantagem ao recém-chegado, mas de forma ainda mais marcante.

Na pista rápida que nos é oferecida para os testes, o BMW Série 1 desliza a partir do momento em que as ajudas à condução são desligadas. Tudo é fluido e perfeitamente controlável e sobretudo a motricidade proporcionada é integral.

A comparação com o V902B vira uma caricatura para este último. Se não é menos rápido numa volta do circuito, o novo pneu impõe correcções perpétuas ao volante para controlar as esquivas do trem traseiro e os golpes.

Nesta configuração, o W.drive V905 sabe mostrar-se seguro, lúdico e grato no quadro de uma condução desportiva. 

Yokohama Teste inverno 2014 BMWCopyright © : rezulteo

Estamos ansiosos por observar a sua posição em futuros testes para verificar se o feeling muito positivo que tivemos confirma-se face aos líderes da categoria.