Novos pneus: actualidade pneu dos fabricantes - Yokohama AD08R : o teste completo por Rezulteo

Yokohama AD08R : o teste completo por Rezulteo

Novos pneus Publicado no 19/08/14 por João

Na categoria dos pneus semi-lisos, a Yokohama sempre foi uma referência. O seu mais recente pneu, o AD08R dispõe de um enorme potencial, o qual tivemos a oportunidade de apreciar durante uma corrida de resistência num Mitjet 2l no circuito de Magny Cours.

Yokohama Advan AD08R Rezulteo na corrida com o Yokohama Advan AD08R no circuito de Magny-Cours - Copyright © : rezulteo

O  fabricante Japonês da Yokohama  propõe uma gama vasta e completa de produtos. Mas a sua reputação foi construída, com razão, nas suas gamas desportivas e hiper-desportivas.

Na categoria dos semi-lisos, a Yokohama propõe os incontornáveis A032R e A048 que se tornaram verdadeiras estrelas das saídas track-days e em várias competições e fórmulas monotipos.

O Advan Neova AD08R que vem substituir o AD08 oferece uma orientação ligeiramente menos radical que os dois pneus visados acima, e ranhuras maiores para optimizar a evacuação da água.

Pode ver o conjunto das características técnicas no artigo que já lhe foi dedicado 

 

Um teste sem tamanho

Yokohama France deu-nos a oportunidade de testar este pneu em condições ideais : uma corrida de resistência num Mitjet no circuito de Magny-Cours. Um formato de teste privilegiado que permite avaliar as características precisas do pneu. 

Yokohama AD08R num MitjetCopyright © : rezulteo

 

A estrutura

Apesar do pneu AD08R ser um pouco de estrada, a Yokohama deu-nos a oportunidade de o testar num verdadeiro carro de competição : um Mitjet 2L.

Este protótipo tem um chassis tubular e o motor de um Clio RS 4 cilindros 2 litros que alcança uma potência superior a 200 cv. Os cavalos são transmitidos para as rodas traseiras através de uma caixa sequencial. Ao nível do peso, o carro atinge os 800 kilos.

A utilização de um Mitjet para avaliar um pneu de turismo tem várias vantagens. Em primeiro lugar, este veículo propõe uma arquitectura global e uma estrutura relativamente próxima de um veículo de turismo. Em seguida, vai empurrar o pneu até os seus limites em termos de limite de aderênciaresistência e desgaste considerando o formato imposto.  

Os Mitjets estão equipados com o AD08R em 255 40R18. A cada carro são atribuídos 8 pneus que devem fechar a temporada, ou seja cerca de 50 horas de condução no total divididas em 7 corridas (testes, qualificações, corrida).

Mitjet 2l no standCopyright © : rezulteo

 

Primeiro contacto 

Uma vez o modo de funcionamento da caixa sequencial assimilado, o Mitjet comporta-se como qualquer carro desportivo apesar do rigor associado à sua concepção. No entanto, sessões prévias de condução são indispensáveis para familiarizar-se com o circuito antes do início da corrida.

As primeiras pré-eliminatórias permitem perceber que o Yokohama AD08R tem uma subida de temperatura relativamente rápida. São necessárias apenas algumas curvas para que a borracha alcance o seu limite de aderência ideal. Um primeiro teste que dá sérios índices sobre o potencial do veículo, os seus pneus e a sua coerência !

Uma paragem nos stands para efectuar um controlo geral do nosso Mitjet mostra que os pneus têm um desgaste perfeitamente plano devido a uma geometria neutra e pressões perfeitamente ajustadas. A ocasião determina também a estratégia de corrida porque tinha de partilhar o assento com um colega jornalista da revista Motorsport e Patrick Lhoste, CEO da Yokohama France. Concordamos em fazer substituições todos os 40 minutos, para 2 sessões de 3 horas de corrida. 

Mitjet 2l em Magny-CoursCopyright © : rezulteo

 

O teste do AD08R em corrida

Composta por uma equipa experiente, a fórmula Mitjet não tem nada de um passeio e convém apreender esta competição com uma grande humildade, sem perder de vista o nosso objectivo que é avaliar as capacidades do AD08R em condições extremas.

Todos os amantes de track-days sabem, fazer sessões de 40 minutos em circuito é difícil para um pneu homologado. Acaba em geral por sobreaquecer e isto tem como consequência directa uma eficiência reduzida a nada.

Por isso, aguardávamos com grande expectativa o pneu japonês (é caso para dizer) ! Quando pego no volante do Mitjet, os pneus já têm mais de 1 hora de corrida. No entanto, o carro parece tão afinado, preciso eficiente do que nas fases de qualificação.

As primeiras voltas servem para determinar pontos de referência no circuito e alcançar o ritmo dos outros participantes. O traçado de Magny-Cours F1 é exigente e previsto para grandes médias como poderá descobrir com esta câmara interior : 

Algumas zonas rápidas são verdadeiros juízes de paz para os pneus. É o caso nomeadamente da curva grande após a linha recta que é negociada em 5ª. Nesta porção rápida, a aderência oferecida pelo AD08R é exemplar, precisa e voluntária. Beneficia de uma aderência constante com uma libertação prevenida.

Em Nürburgring e Imola, é difícil encontrar uma falha no domínio lateral, assim como na aderência em travagens grandes ou na motricidade oferecida em saída de curva.

O mais surpreendente permanece o nível de desgaste relativamente baixo no final da corrida e sobretudo a tendência do pneu em oferecer uma aderência constante ao longo das voltas e apesar de uma temperatura ambiente bem acima dos 30°C.

A experiência é tão única e gratificante em termos de condução que o honroso lugar no meio da classificação final da nossa equipa permanece anedótico.

 

Viva a corrida visualizando os diapositivos :

 

Para concluir

Em geral, o balanço é positivo, muito positivo mesmo. O AD08R é um pneu polivalente, eficienteresistente. Representa um produto ideal para satisfazer os condutores de desportivos que procuram um bom produto, como os amantes de track-days.

No entanto, se essas sensações e performances estão parcialmente ligadas às características do veículo, as qualidades intrínsecas do pneu nestas condições serão as mesmas num veículo de turismo com algumas nuances de acordo com a arquitectura, o peso ou ainda a geometria do veículo. 

 

Queremos agradecer em particular Patrick Lhoste da Yokohama France que nos permitiu participar nesta corrida e testar o AD08R em condições excepcionais. Sem esquecer a equipa da organização do Mitjet e as outras equipas pela sua hospitalidade e camaradagem.