Novos pneus: actualidade pneu dos fabricantes - Energy Saver+ : o teste de longevidade

Energy Saver+ : o teste de longevidade

Novos pneus Publicado no 27/08/12

O que vale o Energy Saver+ depois de 30 000 km ? Para saber, a Michelin, que fez da consistência das performances uma vantagem competitiva, confiou à Dekra a organização de um teste de longa duração. O organismo de certificação comparou a evolução das performances do Energy Saver+ ao longo dos quilómetros em relação aos seus principais concorrentes. Os resultados são muito convincentes para a Michelin.

Michelin Performance Tour Spring 2012 Copyright © : Michelin

Michelin Performance Tour Spring 2012

Protocolo do teste
Todo o teste de longevidade para o pneu Michelin Energy Saver+ foi gerido pela Dekra, organismo independente de certificação, desde a compra dos pneus para a montagem, passando pelas medições e a definição da metodologia.

O objectivo do teste era percorrer 30 000 quilómetros em condições normais de condução (500 km/dia). O teste integrou 7 veículos que atravessaram 25 países.

Os veículos escolhidos eram Golf 6 TDi 105 equipados de pneus 195/65 R 15H. Os veículos eram absolutamente idênticos, ajustados da mesma forma e tinham o mesmo peso (um manequim de 68 kg foi colocado ao lado do condutor para lastrar o veículo).

O pneu Michelin Energy Saver+ foi comparado com os concorrentes seguintes : 

  • Continental ContiPremiumContact 2 
  • Pirelli Cinturato P1 
  • Bridgestone Ecopia EP150 
  • GoodYear EfficientGrip 

É de lamentar que a Continental não tenha sido representada pelo recente ContiPremiumContact 5, mais eficiente. A Dekra garantiu-nos que não estava disponível na dimensão escolhida no momento da compra dos pneus. 

Os resultados do teste 

  Pirelli Bridgestone  Goodyear  Continental  Moyenne
Freinage sur sol mouillé
(en m)
+ 0.1
+ 0.6+ 2.3+ 1.6+ 1.2
Longévité
(en km)
- 8 200
- 8 300 - 9 200  - 11 700  - 9 300
Conso de carburant
(en l)
 + 14  + 39  + 24  + 7  + 21 

 

 

 

 

 

 

A travagem em piso molhado

O teste foi realizado em Berlim após ter percorrido 18 000 km. As medições indicam o desvio em relação à distância de travagem do Energy Saver+.

A longevidade
Corresponde ao número de quilómetros percorridos para alcançar o limite legal de desgaste. É obtida por extrapolação do nível de desgaste após 30 000 km. Os números indicam o desvio em relação à longevidade quilométrica do Energy Saver +.

O consumo 
Foi medido durante toda a duração do teste. A poupança de combustível é calculada a partir da longevidade quilométrica do Energy Saver+. As medições indicam o número de litros de combustível suplementares consumidos pelos veículos equipados com pneus da concorrência. 

As fotos do Michelin Performance Tour Spring 2012

Ler também 
>> Michelin Energy Saver+ : as performances 
>> Michelin Energy Saver+ : a tecnologia 
>> Michelin Energy Saver+ : as dimensões