Novos pneus: actualidade pneu dos fabricantes - Bridgestone DriveGuard, um pneu Run Flat destinado a todos os veículos

Bridgestone DriveGuard, um pneu Run Flat destinado a todos os veículos

Novos pneus Publicado no 21/01/16 por Julien Taillandier

A Bridgestone acaba de lançar no mercado um pneu que deverá ser uma referência : o DriveGuard. Primeiro produto que beneficia da tecnologia run flat, capaz de equipar todos os veículos do mercado desde que disponham de um dispositivo de deteção de controlo de pressão (TPMS).

Run Flat com o pneu Bridgestone DriveGuard DriveGuard Run Flat com o Bridgestone DriveGuard, primeiro pneu runflat adaptado a todos os tipos de veículos - Copyright © : Bridgestone

Run Flat designa a tecnologia que permite a um pneu de rolar vazio. Uma vantagem de segurança inegável aquando de furos em zonas de risco, com determinadas condições de utilização e sobretudo reservado a uma categoria limitada de veículos. De fato a tecnologia run flat pretende tornar um pneu muito rígido e por vezes desconfortável. O Run Flat é também mais caro, mais pesado com uma reduzida eficiência energética e é reservado aos veículos com uma suspensão adaptada. Mas isto era antes.   

Um run flat para todos os veículos

O lançamento do DriveGuard permite à Bridgestone mudar completamente as regras do jogo. De fato este novo pneu tem como objetivo tornar a tecnologia Run Flat acessível a todos os veículos. A única condição é que os veículos sejam equipados com um sistema de controlo de pressão (TPMS), de acordo com a regulamentação que abrange todos os veículos comercializados a partir de novembro de 2014.

Para conseguir generalizar esta tecnologia limitando os seus principais constrangimentos, a Bridgestone trabalhou principalmente a estrutura do pneu. Era necessário torná-la menos firme para que fosse tão confortável quanto um produto clássico. Neste âmbito, a Bridgestone otimizou consideravelmente as paredes, local onde reside o essencial da tecnologia run flat, e também responsável pelas condições de utilização deste tipo de pneus. 

O fabricante tornou a estrutura mais leve (ganho de peso de 10%) e trabalhou na distribuição dos constrangimentos quando o pneu está furado, e na sua capacidade em dissipar a temperatura nestas condições.

Bridgestone DriveGuard FuradoCopyright © : Bridgestone

O teste : conclusive

A nossa sessão de condução organizada pela Bridgestone tinha como objetivo demonstrar que o DriveGuard era um verdadeiro Run Flat ! Por consequência, o teste começa por um percurso de mais ou menos vinte quilómetros com montanha e via rápida num veículo equipado com um pneu run flat ! As primeiras voltas, evidenciam um ruído característico de um pneu furado... incitando cautela. Mas em termos de condução, é necessário reconhecer que é praticamente impossível saber que um pneu não tem pressão. Razões que explicam porque é OBRIGATÓRIO ter um sistema de controlo de pressão nos veículos que serão equipado com o DriveGuard. De fato um automobilista não prevenido poderia perfeitamente rolar com um pneu DriveGuard furado sem perceber.

Não nos esqueçamos de que a tecnologia Run Flat pretende apenas que o automobilista possa dirigir-se para a garagem mais próxima com uma condução adaptada (80 quilómetros a uma velocidade máxima de 80km/h).

Uma condução numa configuração de condução clássica do DriveGuard permite verificar que não é firme como um Run Flat clássico. A sensação ao volante aproxima-se de um Turanza T001, pneu premium deste fabricante. 

Os testes organizados por organismos de testes clássicos permitirão avaliar o seu nível de desempenho real.

Bridgestone DriveGuard em RenaultCopyright © : Bridgestone

Para quem, a que preço ?

É necessário relembrar que todos os veículos equipados com um sistema TPMS podem receber este pneu. Incluindo aqueles homologados com Run Flat de origem, como alguns BMW.

O DriveGuard estará disponível a partir de março de 2016 em diâmetros entre 15 e 18 polegadas. Outras dimensões serão comercializadas ao longo do ano.

Destina-se principalmente aos ligeiros e sedãs. O seu preço será fixado de acordo com as normas dos produtos premium do mercado. Ou seja mais ou menos 10% mais barato que um pneu Run Flat clássico.