Rotulagem dos pneus: conselhos de utilização - O rótulo não diz tudo

O rótulo não diz tudo

Rotulagem dos pneus: conselhos de utilização

A rotulagem europeia dos pneus assenta em três critérios : a resistência ao rolamento, a travagem em piso molhado e o ruído de rolamento externo. É um verdadeiro progresso, mas para ter uma ideia mais completa das performances de um pneu, é necessário ter em consideração outros factores como a longevidade ou a travagem em piso seco.

Presentação dos criterios da rotulagem A rotulagem europeia dos pneus é completa? - Copyright © : Rezulteo

Apesar do seu papel essencial para a segurança e o consumo de combustível, o pneu ainda é considerado um equipamento pouco interessante pelo automobilista médio. Quando é necessário mudar os pneus, este confia no garagista ou aproveita a promoção da semana, sem necessariamente comparar as performances dos produtos.

A implementação da rotulagem europeia dos pneus nos pontos de venda deve contribuir para mudar esta situação. Com efeito, graças à avaliação das performances dos pneus com base em três critérios – resistência ao rolamento, travagem em piso molhado e ruído de rolamento externo – o consumidor vai poder comparar pneus diferentes  de acordo com as suas necessidades e o seu orçamento. 

 

15 critérios nos testes publicados na imprensa automóvel

Esta medida constitui um verdadeiro progresso para a informação do consumidor.  No entanto, outros critérios devem ser tomados em consideração para avaliar as performances reais de um pneu. As revistas de automóveis e fabricantes não deixam de sublinhar este facto.

As revistam referem que os testes de pneus publicados nas suas colunas abrangem cerca de quinze critérios. Quantos aos fabricantes, estes afirmam medir até 50 características diferentes para avaliar as performances dos seus protótipos.

Então, quando mudar de pneus, quais são os critérios além dos que estão incluídos no rótulo a ter em consideração ? Apresentamos três critérios adicionais considerados importantes pela maioria dos fabricantes :

  • A longevidade. Ao considerar o impacto económico e ambiental de um pneu, este critério vem logo após a resistência ao rolamento. Com efeito, um pneu com um desgaste lento e regular pode durar até um ano a mais em comparação com outro pneu.
  • A aderência em curva. Em matéria de segurança, é um factor muito importante. De acordo com a cadeira de acidentologia da Universidade de Dresden, 25% dos acidentes acontecem nas curvas.
  • Travagem em piso seco. Ao contrário do que se pensa, 70% dos acidentes ocorrem em pisos secos, garantem os especialistas da Universidade de Dresden. Este critério merece ser adicionado aos critérios da rotulagem europeia.

Como é evidente, a estes critérios podem ser adicionados outros igualmente interessantes : resistência à aquaplanagem, estabilidade em alta velocidade, reactividade em piso seco, absorção das irregularidades da estrada, … 

 

13 critérios em Rezulteo 

Como obter informações sobre as performances que não figuram no novo rótulo ?

Pode consultar os testes realizados pelos organismos independentes (TÜV SÜD, Adac…) para revistas de automóveis ou clubes automóveis.

Pode também consultar as fichas pneus no nosso sítio  (separador Testes e ensaios). Com efeito, para oferecer a informação mais completa possível, elaboramos um sistema de avaliação das performances dos pneus baseado nos testes publicados nas revistas de automóveis europeias. O nosso algoritmo agrega e pondera os resultados destes testes distinguindo 9 performances para os pneus verão e 13 para os pneus inverno. Um bom motivo para preparar a sua compra em rezulteo !

Sistema de avaliação das performances dos pneusCopyright © : rezulteo